Ser chefe é bom para a saúde???

A matéria a seguir é muito interessante, embora muito confusa. Eu não sei dizer se a pesquisa em questão foi mal feita, ou se o jornalista escorregou nos detalhes.

O que ficou muito confuso, é que ele trata chefes e líderes como sendo a mesma coisa. E para bom entendedor, não basta estar em cargo de chefia para ser líder.

Há o “lídere” que esta onde esta por um erro de avaliação, de quem o colocou lá. E muitas vezes do seu próprio, mais a necessidade do aumento de renda. E há àquele que tem visão do que pode realizar com o poder que tem nas mãos, poder este que, muitas vezes, não depende do cargo. Para este o trabalho que realiza é um exercício prazeroso de desafio pessoal. Cada vitória é celebrada, e os fracassos são objetos de aprendizado.
Para os outros, cada tarefa é uma carga extra de responsabilidade indesejada.
O grupo que foi estudado, me parece tendencioso.
Mas é apenas uma avaliação superficial. Como disse, a matéria é pouco explicita.

 

Ser chefe é bom para a saúde, diz pesquisa

Um experimento paralelo concluiu que quanto mais alto o cargo de liderança, menos estresse afeta seu ocupante

Boa notícia para empreendedores e aspirantes. Os líderes são menos estressados do que as pessoas em outras funções. E mais saudáveis. Foi o que concluiu uma pesquisa feita pela Universidade Harvard (EUA), publicada online pela revista Proceedings of the National Academy of Sciences.

Como observou o coordenador da pesquisa, Gary Sherman, a conclusão vai contra o senso comum, que atribui aos chefes a figura de um workaholic nervoso e propenso a doenças coronárias.

O estudo não leva à dedução automática de que ser líder é um caminho para relaxar a tensão. É possível, segundo os pesquisadores, que a ordem dos fatores seja oposta: pessoas naturalmente mais calmas teriam maior facilidade para chegar a posições de liderança. Mesmo assim, para Sherman, a pesquisa indica que o empenho em conquistar cargos de chefia e obter um bom nível de autocontrole ajuda a criar uma barreira contra o estresse.

O estudo, anunciado como “o maior no gênero”, conduziu entrevistas com 148 líderes e 65 não-líderes e mediu seus níveis de cortisol (hormônio ligado à ansiedade). Os líderes estavam, naquele momento, frequentando um curso (de liderança, claro) em Harvard e muitos, além de cargos empresariais, tinham também cargos no governo.

Outras conclusões da pesquisa foram que os líderes tendem a ser do sexo masculino e ter hábitos saudáveis: mais exercícios físicos e menos tabaco. Também consomem muito café e têm o hábito de acordar mais cedo que os “demais” (6 horas da manhã versus 7 e meia). E estão 27% abaixo na escala de cortisol.

Um experimento paralelo concluiu que quanto mais alto o cargo de liderança, menos estresse afeta seu ocupante. A explicação geral dada por psicólogos para esses resultados é que um senso de autocontrole fortalecido é a grande arma contra o estresse, porque gera a capacidade de prever os acontecimentos e se preparar para eles.

Texto originalmente publicado pelo site Revista PEGN:

http://revistapegn.globo.com/Dia-a-dia/noticia/2014/08/ser-chefe-e-bom-para-saude-diz-pesquisa.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: