O garoto só tem 20 anos…

Já pensou em substituir o vício de podar pelo hábito do incentivo?

Biography

Mike Bailey-Gates grew up with a family of folk-art dealers and has been inspired by folk lore and story telling from a very young age. Born in 1993 in Rhode Island he became interested in photography at the age of thirteen when he began taking photographs of the people and landscapes in his surrounding countryside. Over time, his photography developed in to a haptic process, combing his childhood with the idea of a utopic place. This exaggerated reality involves the construction of elaborate sets and costumes that elevate his work to another level of photography. Michael is currently living happily in New York City collaborating with friends and artists and has recently worked with Martini Gold, Puella, FIASCO, Veine and has had shows in France, Brussels, and here in the states, along with an upcoming show at AS220..

Resume

Published interviews, features, and spreads.

Art Gallery Showing at Jesse Smith.

ESCAPE exhibition. Kamilou, Brussels(2010)
The viewer exhibition. Arles, France (2010)
Exposition Photo : “TRANSACTIONS” Arles, France (2011)

-Spreads in BEAUTIFUL MANKIND Magazine Issue 1 (2011)
-Cover/Spreads in Dujour Magazine (2011)
-Guest editor of Descry Magazine Issue 3 (2011)
– Featured/ Spreads in Martini Gold Collection 2011 Book
– Photos shot for Blip Magazine (2011)
_ Spreads in Descry magazine issue 2 (2010)
– Story for Heart Magazine (2010)
– Interview/ spreads in INK magazine summer (2010)
– Interview with lookatme.ru
– Puella Commission “Dan le bois” A-W collection (2010-2011)
– Story/Spreads in FIASCO magazine(2010)
– Interview/ spreads in Fotomasterskaya ( 2010)
– Story shot for Unicorn/Dream Magazine(2010)
– Featured on Urban Outfitters Blog (2010)
– Spreads in DayDream Magazine (2010)
– Interview/ spreads in Maddog Magazine March (2010)
– Interview/ Feature in NAME magazine (2010)
– Interview/ Spread/ Cover shot, Kinki Magazine, December (2009)
– Photo used in “Frankie Photo Album” book volume 1 (2009)
– Contributor to The Saccades project ( 2009)
– Spreads in NINJA magazine (August 2009)
– Interviews and Spread in Parasol magazine issue 4 (July 2009)
– Interview/ spread in NEET magazine issue number 15 (June 2009)
– Interview in Cupcake magazine (2009)
– Winner of the United way Contest, Featured in Rhode Island Monthly magazine.(2009)
– BLUR magazine issue 15 (2009)

– Interview on Coming Upstrong (2009)
– Featured in “teen INK” (2008)
– Featured in “teenage life or lack there of” book.

Ryan Hreljac

O MENINO QUE TIROU A SEDE DE MEIO MILHÃO DE AFRICANOS
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=278375962262063&set=a.250338648399128.41032.250303785069281&type=1&theater
Ryan nasceu no Canadá, em maio de 1991.

Quando pequeno, na escola, com apenas seis anos, sua professora lhes falou sobre como viviam as crianças na África.Profundamente comovido ao saber que algumas até morrem de sede, sendo que para ele próprio bastava ir a uma torneira e ter agua limpa.Ryan perguntou a professora quanto custaria para levar agua para a Africa, e a professora lembrou que havia uma organização chamada “WaterCan”, qu epoderia fazer poços custando cerca de 70 dólares.

Quando chegou em casa, foi direto a sua mãe Susan e lhe disse que necessitava de 70 dólares para comprar um poço para as crianças africanas. Sua mãe disse que ele deveria conseguir o dinheiro pelo seu esforço, e deu-lhe tarefas em casa com as quais Ryan ganhava alguns dólares por semana.

Finalmente reuniu os 70 dólares e foi para a “WaterCan”. Quando atenderam, disseram-lhe que o custo real da perfuração de um poço era de 2.000 dólares.. Susan deixou claro que ela não poderia lhe dar todo esse dinheiro, mas Ryan não se rendeu e prometeu que voltaria com os 2.000.

Passou a realizar tarefas na vizinhança e acumulando dinheiro, o que contagiou seus irmãos, vizinhos e amigos, que puseram-se a ajudar. Até reunir o dinheiro necessário. E em janeiro de 1999 foi perfurtado um poço numa vila ao norte de Uganda.

Quando o poço ficou pronto, a escola de Ryan começou a se corresponder com a escola que ficava ao lado do poço.
Assim Ryan conheceu Akana: um jovem que lutava para estudar a cada dia. Ryan cativado, pediu aos pais para viajar para conhecer Akana. Em 2000, chegou ao povoado, e foi recebido por centenas de pessoas que formavam um corredor e gritavam seu nome.
– Sabem meu nome? – Ryan surpreso pergunta ao guia.
– Todo mundo que vive 100 quilometros ao redor sabe. respondeu.

**

Hoje em dia Ryan, com 21 anos, tem sua própria fundação e já levou mais de 400 poços para a Africa. Encarrega-se também de proporcionar educação e de ensinar aos nativos a cuidar dos poços e da agua.

**

UM GAROTO DE SEIS ANOS E UM SONHO. PRECISA DIZER MAIS???

Ou então, seja um pai comum, pague as contas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: